Trabalho em Equipe e o Conceito de Unidade

Publicado na coluna liderança e motivação da revista Empresário Fitness & Health
“Somos a soma de tudo que passa por nossas vidas”

            Muito se escreve a respeito da importância do trabalho em equipe, equipes de alto desempenho a sua influencia/impacto sobre os resultados organizacionais.

            Particularmente acho este tema fascinante, não só pela relevância em si de termos pessoas envolvidas com o mesmo objetivo, mas sim pelo fato de analisarmos uma equipe como um conjunto de pessoas que se tornam uma só, com um só discurso, um só objetivo, uma só língua, uma única metodologia e uma única formula.

            Para se chegar a esta sinergia e “singularidade” a aposta na qualidade dos relacionamentos interpessoais como garantia de sucesso organizacional deve ser a premissa básica de todo e qualquer gestor. Seja de academia ou de uma multinacional.

            Em concordância com a afirmação acima John Maxell afirma em seu livro “Vencendo com as Pessoas” que a maioria dos colaboradores não se desligam de suas empresas, mas sim de seus chefes. Temos, portanto, um grande indicador de que a qualidade dos relacionamentos interpessoais não é só importante para a produtividade dos colaboradores, mas sim para a retenção de talentos.

            Quando falamos em equipe estamos falando basicamente em uma rede de relacionamentos interpessoais. Quando ligamos a palavra EQUIPE a palavra TRABALHO estamos direcionando esta “rede de relacionamentos” a uma forma de proporcionar resultados organizacionais em conjunto. Desta forma não podemos ter resultados sem relacionamentos e é a qualidade deste relacionamento (colaborador / coordenador / gerente / patrão) que determina a magnitude dos resultados colhidos.

            O ser humano não vive sem os relacionamentos, não somos capazes de nos tornarmos “ilhas” intocáveis onde tudo é e sempre será perfeição. Somos mutáveis e adaptáveis as pessoas, ambiente e as circunstancias. Quem tem medo de se relacionar ou ainda prefere sempre o mesmo tipo de pessoa para se trabalhar esta se aprisionando dentro de uma forma de trabalho e privando-se de ser versátil      

            A versatilidade de relacionamentos, ambientes e circunstancias experimentada durante a vida de cada um é de fundamental para a maturidade de nossos colaboradores. Muitos acreditam que situações ruins e que tiveram uma interpretação negativa deve ser esquecida ou as tratam como arrependimento ou “culpa” por não ter realizado a coisa “certa”, no entanto esse tipo de pensamento negativo bloqueia (inconscientemente) nossas habilidades de superar as adversidades. Muitos de nossos colaboradores não enxergam que o fato de uma coisa não ter dado “certo” não significa, necessariamente, que esta tudo perdido, e sim que, existe outro meio para tal objetivo aconteça.

            Nós, como lideres, precisamos “abrir os olhos” das pessoas para que elas entendam que o fracasso é algo que fundamenta a vitória isso quando não a faz ser muito mais valorizada, portanto, precisamos entender que um não existe sem o outro. Neste sentido o sucesso não pode existir sem os obstáculos, dificuldades e as adversidades que chegam até nós, pois elas nos fazem entender que podemos superar as coisas que chegam. 

            Seguindo o raciocínio do parágrafo anterior podemos atrelar a questão dos relacionamentos em equipe como sendo algo fantástico para desenvolvermos nossa habilidade interior no que diz respeito a interpretação de sentimentos e do por que de nossos relacionamentos interpessoais são fundamentais para o conceito de união.

            Somente quando percebemos que são as circunstancias e as pessoas que estão a nossa volta que moldam as nossas características, atitudes, comportamentos e personalidades é que podemos estabelecer uma parceria no sentido de doação, pois daí entende-se que é por causa das pessoas que você pode ser quem é, e só então entender que você é a soma de todas as pessoas que passam por sua vida e que em um sentido mais abrangente você é só um com elas.

            O conceito de unidade a partir da qualidade dos relacionamentos depende do entendimento que você tem sobre si mesmo, mas que foi gerado pelas pessoas a sua volta, neste sentido entendemos que o trabalho em equipe e as dificuldades/adversidades que caminham de mão dadas com ele precisa ser encarado como um fator motivacional de superação de obstáculos que definem as características, personalidades, atitudes e o comportamento de cada um.

           “O trabalho em equipe precisa ser encarado como delineador das potencialidades individuais de cada ser humano a fim de proporcionar resultados organizacionais

2 Comentários

  • 10.02.11 08:03, Nelma diz:

    Estou lendo o seu texto e muito me ajudou, obrigado pela colaboração no que se refere ao conceito de equipe

    • 20.04.13 11:30, dudi diz:

      muito obrigado me ajudou muito

      (Requerido)
      (Requerido mas não sera publicado)